Como fazer cimento queimado com argamassa

O acabamento em cimento queimado é o desejo de muitas pessoas para melhorar determinados ambientes, sejam residenciais ou corporativos. Prático e versátil, esse material tem um custo-benefício muito interessante.

453 Visualizações

Mas o cimento queimado não é apenas estéticamente atraente: a flexibilidade, durabilidade, baixa manutenção e facilidade de limpeza são outros de seus pontos fortes.

Neste post, veja o que é cimento queimado e o passo a passo para fazer esse acabamento com argamassa. Acompanhe!

O que é cimento queimado?

Embora seja chamado de cimento queimado, esse acabamento não leva fogo ou calor. Na verdade, o que se chama de “queima” é uma técnica que consiste em aplicar o cimento em pó sobre um piso ou parede de argamassa ainda fresca e espalhá-lo com uma desempenadeira para criar seu visual característico.

Leia mais: Você sabe a diferença entre cimento e argamassa?

Quais são os materiais necessários  para fazer cimento queimado com argamassa?

Como vimos, uma das grandes vantagens do acabamento em cimento queimado é seu custo-benefício. De fato, para fazê-lo são utilizados materiais bastante comuns e fáceis de serem encontrados, o que o torna uma opção econômica e acessível.

Basicamente, o acabamento em cimento queimado precisa de:

Esses são os materiais básicos para fazer cimento queimado com argamassa. Dependendo do tipo de acabamento escolhido, podem ser necessários outros produtos, como é o caso da utilização de cores ou da combinação com cimento branco.

Veja mais dicas de decoração e construção: Qual o melhor porcelanato para parede de banheiro?

Como fazer cimento queimado com argamassa em 7 passos

Embora seja um acabamento simples e feito com poucos materiais, a técnica para fazer o cimento queimado com argamassa não é tão fácil. É preciso respeitar as etapas de produção, sobretudo para garantir que o piso adquira a resistência e o acabamento desejados.

Por isso, para quem está começando a se aventurar nas obras de casa, recomendamos a contratação de um profissional capacitado.

Isso posto, os principais passos são:

1. Preparando a superfície

Para receber a argamassa, é fundamental que o piso ou a parede que irá receber o acabamento em cimento queimado seja nivelado e limpo, o que inclui a retirada de manchas e sujeiras. Importante destacar que esse processo faz bastante sujeira. Por isso, retire ou cubra os móveis e eletrodomésticos ao redor.

2. Fazendo a argamassa

Como comentamos, a argamassa pode ser comprada pronta ou preparada no local. Para fazê-la para o acabamento de cimento queimado, recomenda-se a proporção de cimento e areia na ordem de 1:3 ou até mesmo 1:4, respectivamente.

Para um melhor resultado, deve-se peneirar os materiais separadamente. Feito isso, deve-se adicionar água pouco a pouco, até que se obtenha uma mistura homogênea e na textura desejada.

3. Aplicando a argamassa

Para que a argamassa seja aplicada sobre a parede ou o piso, é necessário umedecer a superfície para garantir uma melhor aderência dos materiais. Para isso, basta respingar um pouco de água e, em seguida, colocar a argamassa, tomando cuidado para que a camada não fique muito grossa ou muito fina.

Nesta etapa, devem ser colocadas as juntas de dilatação, que são os elementos que vão permitir que o cimento se expanda e se comprima sem que isso cause rachaduras ou seu deslocamento. As juntas podem ficar a uma distância de 2 a 4 metros umas das outras. Assim, o jeito mais fácil é fazer um quadriculado (2×2 ou 4×4), cortando-as com uma serra.

4. Nivelando a argamassa

Conforme a argamassa é aplicada à superfície, é importante usar a desempenadeira (ou régua de alumínio) para alisá-la e nivelá-la.

5. Queimando o cimento

Agora é o momento da verdade. Enquanto a argamassa ainda está úmida, deve-se espalhar o cimento em pó seco sobre toda a superfície. É necessário esperar alguns minutos para que a mistura absorva o pó.

Em seguida, é hora de passar de novo a desempenadeira por toda a extensão do piso ou da parada, preferencialmente fazendo movimentos circulares. É isso que vai dar a aparência características do cimento queimado.

6. Curando o cimento

Para garantir a resistência e durabilidade do cimento queimado com argamassa, é preciso evitar o surgimento de rachaduras e fissuras na superfície. Nesse sentido, devemos lembrar que o cimento pode levar alguns dias para secar.

Essa é a cura do cimento, que é o processo para garantir total absorção do material e, assim, conseguir um melhor resultado. Para isso, no entanto, deve-se evitar que o sol incida diretamente sobre a superfície por, pelo menos, 72 horas.

Além disso, é importante manter a umidade da argamassa, molhando-a em intervalos de 8 ou 12 horas, por cerca de uma semana. Depois, basta deixar o cimento secar por completo.

7. Finalizando

Todos os processos anteriores prontos, chegou o momento de fazer a finalização do piso ou da parede. Para um acabamento de melhor qualidade, é possível lixar o cimento queimado antes de fazer a impermeabilização.

Como comentamos, a aplicação de um produto que proteja a superfície é fundamental para garantir a durabilidade do cimento queimado. Podem ser aplicadas ceras, resinas ou outros produtos. Porém, é preciso tomar cuidado ao escolher produtos incolores, que não alteram ou mancham o acabamento.

Veja mais dicas de decoração e construção: Pisos para cozinha: conheça os materiais mais indicados

Já que você está buscando saber como fazer cimento queimado com argamassa gastando pouco, conheça também a Balaroti. Aqui você encontra diversos tipos de produtos para a sua casa e decoração. Mãos à obra!

SAIBA MAIS

👉 Você sabe a diferença entre cimento e argamassa?

👉 Tipos de tijolos para construção

👉 Saiba como calcular forro PVC

Nos acompanhe nas redes sociais: curta a nossa página no Facebook, nos siga no Instagram, e se inscreva no nosso Youtube.