O que são misturadores e sua utilidade na cozinha

Como os misturadores para cozinha podem ajudar seu dia a dia e deixar sua vida ainda mais prática

17 Visualizações

Diferentemente das torneiras, os misturadores conseguem, literalmente, misturar água quente e água fria ou acionar uma das duas temperaturas separadamente, conforme sua necessidade e/ou vontade. Essa maneira muito mais prática de trabalhar no dia a dia da cozinha fez dos misturadores itens quase que essenciais para muitas famílias, especialmente na cozinha, onde a praticidade da mudança de temperaturas é muito mais visível.

 

Tipos de misturadores para cozinha

 

Ainda que os misturadores para cozinha tornem o sua rotina muito mais fácil, existem alguns pontos a serem considerados na hora de optar por um produto como esse, além de todas as outras características que mudam de um item para outro, proporcionando ainda mais funcionalidade para o ambiente.

Além do misturador, outro ponto bem importante é a instalação, que exige um sistema de aquecimento de água, que pode ser feita de algumas maneiras:

  • Aquecedor a Gás;
  • Aquecimento solar;
  • Boiler (sistema de água quente);
  • Aquecimento elétrico.

O sistema de aquecimento mais comum é o último, elétrico, que fica acoplado junto ao misturador ou na entrada de água quente.

 

Depois de decidir a instalação de aquecimento da água, existe outro fator que muda algumas funcionalidades: os tipos de misturadores. Basicamente, existem dois tipos principais: o monocomando e o bicomando:

 

Misturador monocomando

 

O misturador monocomando usa apenas um dosador de água que altera a temperatura sozinho, tornando a função muito mais prática e fácil.

Esse tipo de misturador exige duas tubulações, assim como o bicomando e, normalmente, faz a troca entre água quente e fria com as direções laterais, direita e esquerda da mesma alavanca que abre o fluxo.

O misturador de água monocomando é uma alternativa boa para quem tem menos espaço na cozinha (e, também, na pia) e deseja um item funcional na hora de mudar a temperatura.

Apesar das vantagens, o misturador monocomando costuma ser um pouco mais caro que o bicomando, exatamente por trazer mais praticidade no acionamento dos dois fluxos. Mesmo assim, vale o investimento, já que a melhora é garantida no dia a dia de quem trabalha na cozinha.

 

Misturador bicomando

 

O misturador bicomando também usa duas tubulações que servem para as duas temperaturas, porém, diferentemente do monocomando, ele traz dois registros distintos: um para água fria e outro para água quente.

Dentro do padrão internacional, o dispositivo de fluxo da esquerda é o quente, enquanto o outro da direita é fria, fazendo com que o controle de temperatura seja realizado em dois tempos.

Por conta dessa mudança, os misturadores bicomando costumam ser mais baratos que os de um dosador apenas, porém, ainda são melhores que as torneiras convencionais, que possuem só o fluxo de água em temperatura ambiente. Para quem tem dúvidas, mas não deseja gastar muito, costuma ser uma ótima opção de transição, que depois pode ser substituída por um misturador melhor e mais prático.

 

Qual misturador escolher?

 

Como a principal diferença entre os dois tipos de misturadores está na estrutura, que traz um ou dois dispositivos para misturar as temperaturas, a funcionalidade muda muito de um modelo para o outro. Confira as principais vantagens do uso de um misturador na sua cozinha:

  • Dosar a temperatura conforme o seu interesse e necessidade;
  • Na hora de lavar a louça em dias mais frios, como no inverno, o misturador deixa o serviço muito mais agradável;
  • Limpeza mais eficaz de louça muito engordurada;
  • Existem misturadores que ajudam na economia de água e energia, os chamados termostáticos;
  • Você tem mais conforto em todas as tarefas que utilizam água na cozinha.

 

Por isso, na hora de escolher, além do orçamento (o monocomando costuma ser mais oneroso) e da instalação, você precisa entender se a praticidade realmente importa mais, pois, a diferença de usar apenas uma alavanca para duas temperaturas pode ser sentida logo nos primeiros usos.

Verificando essas características, é fácil verificar que o misturador monocomando tenha mais vantagens frente ao bicomando. Mesmo assim, é preciso verificar alguns fatores importantes:

  • Se sua cozinha permite o uso deste tipo de misturador;
  • Se já há um sistema de aquecimento;
  • O espaço disponível na pia e na bancada onde fica a torneira;
  • Se você tem conhecimento suficiente para instalar sozinho ou precisa da ajuda de um profissional;
  • A pressão da água.

Esse último item, inclusive, é mais essencial do que parece, afinal, se a pressão da água da sua casa for baixa, ela acaba impossibilitando o uso perfeito do misturador monocomando, que exige um padrão mais elevado que colabore com seu sistema de dosagem.

Para descobrir qual o nível de pressão da sua casa, você pode observar no uso do dia a dia, por exemplo, observar se jato das torneiras e chuveiro é mais forte com alta pressão ou, ainda, medindo a extensão do ponto de saída da água no misturados para a caixa d’água. Quanto maior a distância, maior a pressão da água.

A melhor forma de descobrir a pressão é pedindo o auxílio de um profissional especializado que vai medir usando um equipamento ideal, o manômetro.

 

Se você procura por misturadores de água para sua cozinha ou até mesmo para o banheiro, seu lugar é no Balaroti, uma loja completa para você deixar sua casa com a cara que ela merece. Clique aqui e conheça todos os modelos de torneira e misturador. Acompanhe também nosso blog e não perca nenhuma dica para você melhorar cada detalhe do seu lar.